Metalúrgicos do ABC iniciam negociações com Volks para evitar demissões no país

Metalúrgicos do ABC iniciam negociações com Volks para evitar demissões no país

Montadora quer cortar cerca de 35% do efetivo no Brasil e a representação sindical, juntamente com a direção do Sindicato, vai debater a pauta com a montadora e manter o diálogo com a categoria

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC iniciou um processo de negociações com a Volkswagen, após reunião realizada na terça-feira (18) e quarta-feira (19), por iniciativa da montadora, com a representação sindical dos trabalhadores das plantas de São Bernardo, São Carlos, São José dos Pinhais e Taubaté. No encontro, a empresa apresentou uma pauta com medidas que pretende adotar, segundo a direção, para adequação aos efeitos da pandemia do novo coronavírus.

Entre as principais medidas estão a redução de 35% do efetivo (mensalistas, horistas indireto e direto), em média, nas quatro plantas. A empresa também apresentou propostas que incluem flexibilidade de jornada, corte do reajuste salarial, redução do valor da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) e alterações em benefícios como transporte, alimentação e plano médico.

A representação sindical, juntamente com a direção do Sindicato, vai debater a pauta com a montadora, em conjunto com os dirigentes sindicais dos outros três sindicatos envolvidos na negociação, e vai informar os trabalhadores do avanço das conversas ao longo do processo.

Acordos

Desde março, quando os operários da VW Taubaté entraram em férias coletivas diante da propagação do novo coronavírus, vários acordos foram feitos entre empresa e sindicato para preservar a saúde, o emprego e a renda dos trabalhadores.

Em abril, os metalúrgicos da montadora aprovaram a redução de 30% da jornada para os meses de maio, junho e julho. O processo de layoff começou no dia 25 de maio para 1.300 trabalhadores e deveria durar até cinco meses. Mas uma demanda por exportação, fez com que a VW antecipasse o retorno dos trabalhados no dia 27 de julho.

Nota do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos sobre o tema

*matéria publicada no site da CUT e editada pela CNM/CUT

Posts