03.07.2013

METASITA faz acordo com a Caixa e trabalhadores não precisarão requisitar extrato analítico da conta.

Um dos documentos necessários para entrarmos com a ação pedindo a recomposição do saldo do FGTS pela TR é o extrato analítico. A direção do METASITA  se reuniu com a gerência da Caixa Econômica Federal e foi acertado que os trabalhadores que forem mover a Ação por meio da entidade não precisarão ir até a agência bancária solicitar o extrato analítico pois será fornecido ao METASITA.

Já estamos recebendo a documentação necessária para a ação.

FONTE: IMPRENSA METASITA
Share

Notícias do Ministério do Trabalho e Emprego

  • MTPS na luta contra o mosquito Aedes aegypti

     

  • Em Camaçari (BA), ministro Rossetto entrega 1.488 unidades do Minha Casa, Minha Vida para famílias de baixa renda

    Entrega simultânea, com a presidenta Dilma, foi realizada em nove cidades beneficiando mais de 31 mil pessoas

  • Conselho do FGTS terá reunião extraordinária em fevereiro

    Medida foi tomada após encontro com presidenta Dilma Rousseff

  • Servidores realizam mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti

    O governo federal começa nesta sexta-feira, 29 de janeiro, um mutirão para vistoriar as instalações dos prédios públicos federais com objetivo de eliminar os focos do mosquito Aedes aegypti, vetor das doenças Dengue, Zika e Chikungunya. A iniciativa, que terá duração de sete dias, faz parte de uma ação integrada do governo federal – desenvolvida pela Presidência da República em parceria com os ministérios do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) e da Saúde (MS) – na luta contra o mosquito.

    A ação prevê que, nesta mesma data, dirigentes dos órgãos públicos do governo federal também mobilizem os funcionários e acionem os setores de manutenção predial para que seja feita vistorias de salas e instalações públicas. A previsão é que até quinta-feira, 4 de fevereiro, os prédios públicos tenham sido inspecionados.

    A atividade servirá ainda para que, a partir da limpeza no local de trabalho, os servidores federais também se tornem agentes em suas próprias casas, ruas e bairros, e ajudem a combater a microcefalia no país, causada pelo Zika vírus, e as demais doenças.

    O Ministério do Trabalho e Previdência Social também é parceiro nesta campanha e realizará inspeções e ações para eliminação de possíveis focos de reprodução do mosquito. Nesta sexta-feira, pela manhã, serão realizadas rondas pelo prédio sede, anexos e no Centro de Referência do Trabalhador Leonel Brizola para monitoramento e limpeza de possíveis focos, e mobilização com os servidores e servidoras. O prédio do INSS e anexos, em Brasília, também passarão por vistorias nos arredores externos e superiores. Pela manhã será realizada uma videoconferência com todas as superintendências do INSS.

    O país vive um momento único no enfrentamento das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti e o mutirão nos prédios públicos federais é uma resposta engajada e comprometida com a saúde de todos os brasileiros. Neste sentido, é importante destacar que o mutirão é uma iniciativa inicial de um trabalho que deve ser feito de forma contínua pela administração pública federal no combate ao mosquito.

     

     

    Acesse o hotsite do Ministério da Saúde e saiba mais sobre a Dengue, Zika e Chikungunya.

  • Cartão de registro profissional, obtido pela internet, vai substituir anotação na CTPS

    Serviço vai permitir atendimento mais rápido, aprimorar a segurança das informações e os mecanismos de comprovação

  • Rossetto defende integrar informações e o intercâmbio das melhores práticas de trabalho

    Nesta terça-feira, Rossetto também apresentou as ações e os programas desenvolvidos pelo governo brasileiro para combater a informalidade de trabalhadores e empresas

  • Evento aberto marca Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo no RJ

    A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Rio de Janeiro (SRTE/RJ) realizará na tarde da próxima quinta-feira (28), data em que se comemora o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, o painel “Desafios no Combate à Escravidão Moderna”. O objetivo do evento é debater os avanços conquistados e desafios no combate ao trabalho escravo, junto a entidades parceiras e sociedade.

    A iniciativa conta com o apoio da Fundação Jorge Duprat e Figueiredo (Fundacentro), do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª. Região, do Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro, do Movimento Humanos Direitos e da Sociedade Brasileira de Engenharia de Segurança (Sobes).

    O evento é gratuito e será realizado no auditório da SRTE/RJ.

    Veja abaixo a programação:

    14h30 – Abertura

    15h – Painel “Desafios no Combate à Escravidão Moderna”, com palestra da Auditora-Fiscal do Trabalho Márcia Albernaz, coordenadora do projeto de Combate a Condições Análogas à Escravidão na SRTE/RJ

    15h30 – Debate

    16h – Participação da plateia

    17h – Encerramento

     

    SERVIÇO:

    Painel Desafios no Combate à Escravidão Moderna

    Data: 28/01/2016

    Horário: 14h30

    Local: Auditório da SRTE/RJ – Av. Ptresidente Antônio Carlos, 251, 12º. Andar, Ala Norte, Centro, Rio de Janeiro

  • Ministro do Trabalho e Previdência Social apresenta balanço do Caged 2015

    O Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) divulga nesta quinta-feira (21) o balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de 2015. Os dados serão apresentados pelo ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto, em Brasília, às 11h.

     

     

    SERVIÇO:

    Balanço do Caged de 2015

    Data: 21/01

    Horário: 11h

    Local: Ministério do Trabalho e Previdência Social – Esplanada dos Ministérios, bloco F, 9º. andar, sala 902

Videos

Parceiros